Hey!

Quem não gostaria de viver viajando?
Esse certamente é um dos maiores desejos de muitos fotógrafos e videomakers!

Em 2019, nos tivemos diversos casamentos fora do grande Rio, o que foi ótimo, pois pudemos renovar nossas energias e fotografar em locais que não estamos habituados, ajudando a criar novos olhares.

 

1- Evite ver trabalhos onde for fotografar a primeira vez.

Nao é uma regra, muitas pessoas gostam dessa segurança de saber os pontos tradicionais,
mas, eu sempre evito olhar fotos dos lugares que vou fotografar a primeira vez, isso me ajuda a não reproduzir o que já foi feito e gerar novas imagens para aquele lugar, afinal, é a minha primeira vez fotografando lá, mas certamente não é a primeira que ele foi fotografado e ser diferente, te ajuda a vender mais.

Por segurança, sempre vamos alguns dias antes do Casamento e nesses dias, fazemos uma visita ao local.

Quando não temos essa disponibilidade, chegamos antes do horário e fazemos um tour pelo espaço, assim temos uma noção e um roteiro mental do que vamos explorar.
Mas não reproduzir o que já foi feito no lugar, faz com que você tenha imagens únicas e diferentes, o que poderá ajudar 

na hora de fechar novos contratos.

2- Programação é algo muito importante.

Diferente de um casamento na sua cidade, onde você já está acostumado e tem mais conhecimento sobre trânsito e atalhos, ao fazer um destination wedding, você está muita vezes em uma cidade nova, com outra rotina e outro dia a dia, logo, se programar é tudo.

Chegue antes na cidade, evite chegar no dia do evento, pois alguns imprevistos podem acontecer, seja com voo ou até mesmo na estrada.

O recomendável é sempre sair pelo menos um dia antes do evento, isso se for um evento a nível nacional.

Nos fotografamos muito em Búzios, por exemplo, e sempre vamos um dia antes.
Isso nos permite chegar tranquilamente, dormir bem e nos preparar com calma, sem correria e sem estresse desnecessário.

 

3- Faça reservas com antecedência

Eu não gosto de ficar em qualquer lugar, pois realmente acho importante ter uma boa estrutura pra dormir e me preparar pra um evento.

Temos isso quando fotografamos no Rio, então não poderia ser diferente estando fora.

Então, fazer as reservas com antecedência, nos ajudam a ter mais disponibilidade em melhores lugares, assim como preços mais atrativos em determinadas épocas.

Além disso, deixar tudo pra cima da hora pode gerar indisponibilidade de hotéis e se tornar uma grande dor de cabeça.

O que vamos aqui é, ao fechar um destination wedding, usamos parte da entrada para fazer toda essa reserva. Assim, logo após o contrato fechado, já estamos com tudo resolvido.

4- Conferir equipamento é primordial

Eu gosto de organizar tudo na semana do evento, mas, antes de sair, confiro cada item com um checklist que temos aqui.

Uma coisa muito importante é levar tudo já carregado, mesmo que a sua chegada seja um dia antes.

Pois, caso aconteça alguma queda de energia no lugar, você já estará com tudo organizado.

5- Leve uma caixinha com remédios básicos.

Um comprimido pra dor, um anti alérgico, um sal de frutas... Aquele Pack básico de medicamentos pra alívio de coisas rotineiras, que vão te salvar caso não tenha nenhuma farmácia por perto.

Ah, se for como nós, um engov também é bem vindo, hehe.

Dica bônus

Evite voltar ao final do evento, sério.

Eu sei que muitas vezes aumentar o lucro é importante, mas a segurança não tem preço.

Eventos como casamento são cansativos, fotografamos em média de 10 a 14 horas em um evento e pegar a estrada depois de um evento longo, pode ser muito perigoso.

Aproveite a viagem, estenda mais um dia, curta a cidade e volte relaxado no dia seguinte, isso pode salvar sua vida.

E você? Tem mais alguma dica de Destination Wedding? Tem mais alguma dúvida? Manda pra gente!